Depoimento: O HIV se tornou uma ferida e ao mesmo tempo uma “cura” diariamente!


Resolvi contar minha história, pra dar forças aos recém diagnosticados e a quem ainda não tem forças para seguir…

Sou de SC e moro em SP sozinho a exatamente 07 anos, deixei família, tudo pra traz.. Cheguei com 21 anos, inocente nesta cidade grande em busca de um futuro melhor, sofri demais no inicio, posso dizer que até fome eu passei, mas enfrentei tudo e consegui dar a volta por cima, em JAN/2014 resolvi mudar de corpo e comecei forte na academia, não quis me envolver com ninguém, e me tornei uma pessoa sem sentimento para ter um relacionamento, no 1º ano, consegui engordar 12kg de massa magra, e o resultado que isso me deu foi só elogios e conseguia sair com qualquer homem que eu quisesse…

Sabe a história do patinho feio? pois então, eu era o patinho feio e em 2014 isso mudou, foi onde conheci um cara MARAVILHOSO e demonstrava gostar demais de mim. Estávamos a alguns meses, foi quando ele me pediu em namoro e eu disse que não estava preparado, ele em uma das relações sexuais sugeriu que transássemos sem camisinha, eu falei que não, e na mesma hora ele desanimou… “estranhei” mas acabei acalmando ele e passou.

Ele apenas respondeu: “VOCÊ AINDA VAI NAMORAR COMIGO, ESCREVE O QUE TO FALANDO!”, na hora me deu medo, mas acabei rindo achando ser brincadeira dele. Acontece que na vez seguinte que transamos, eu por descuido acabei não percebendo e transei sem camisinha.

Semanas, após este fato, comecei a ter sintomas estranhos e como já estava perto de realizar os exames que eu costumava fazer anualmente, busquei o posto de saúde e os realizei, mas na minha cabeça era apenas exames de rotina, pois NUNCA PASSOU PELA MINHA CABEÇA ser diagnosticado com HIV.

Quando recebi um comunicado para comparecer no posto, meu corpo gelou, mas ainda assim, fui sem medo. Dia 03 de Outubro de 2014, eu com 26 anos, chegando no consultório, a médica ao me contar, a única coisa que eu sabia fazer era gritar e chama-la de louca, pra ela refazer pois eu tinha certeza que era engano. Foi com toda certeza o PIOR DIA da minha vida, fiquei sem chão e vinha só a lembrança de minha família na cabeça.

Fiquei afastado do trabalho por alguns dias e totalmente sem condições de fazer nada, fraco e chorava por tudo. Ninguém da minha família sabe, porém acabei contando para algumas pessoas, umas que me arrependo, e outras que nem tenho mais contato, hoje ao meu redor ninguém sabe e não sinto mais a necessidade de contar. Mas voltando ao assunto de como descobri, no mesmo dia, comecei a lembrar das pessoas com quem eu tinha saído, e veio o parceiro na qual queria transar sem camisinha, lembra? entrei em contato com ele pedindo pra ele realizar os exames por prevenção, a resposta dele foi a seguinte:

“LINDO, EU SEI O QUE EU TENHO, O JEITO AGORA É VOCÊ SE CUIDAR, BOA SORTE E FELICIDADES, RS”

Na hora que eu recebi esta mensagem pelo Whatsapp, fui responder, porém já havia me bloqueado, liguei no celular, desligado e não tinha o endereço do mesmo.

Tentei me matar por alguns dias, mas sempre vinha a lembrança da sobrinha e não vinha a força necessária para concluir o que minha mente pedia.

Enfim, foi muito complicado, entrei em depressão e comecei a tomar medicações fortes, e psicólogo e psiquiatra fizeram parte do meu cotidiano. Busquei forças não sei de onde, voltei a estudar, continuei na academia, voltei a trabalhar, acabei namorando por 2 anos um cara super gente boa, que me apoiou e fez com que eu me sentisse seguro, pois mesmo com HIV isso não mudava a pessoa boa e de caráter que sempre fui.

Hoje quase 3 anos após ser diagnosticado SOROPOSITIVO, estou me formando, firme e forte na academia, e consegui um cargo muito importante na empresa. Nunca mais tive contato com a pessoa que “possivelmente me contaminou”, pela mensagem recebida. Estou em tratamento e indetectável, uma vida saudável e ainda tenho muito medo de me envolver com alguém e ouvir coisas que não queria mais ouvir, pois sei que as pessoas ainda não possuem o conhecimento necessário e acabam falando coisas que machucam por dentro.

“Eu hoje tento entender que o HIV é uma FERIDA que ao decorrer dos dias vou tentando curar, sabendo que alguns dias essa ferida se abre e dói muito, outros dias nem percebo. E é assim que vou dando continuidade na minha vida…”

Por isso meu conselho é o seguinte: SEJA FORTE E NÃO DESISTA, acredite em DEUS e faça o bem sem olhar a quem…

Meu maior sonho é encontrar alguém que me faça feliz e entenda que eu jamais faria mal, pois o que eu passei, passo e ainda irei passar é algo que não desejo nem a pior pessoa do mundo.

Boa sorte pra vocês e lembrem-se NÃO DESISTAM de seus sonhos, eles estão apenas começando, você terá muita história pra contar!

D.E.JR

Caro D.E.JR, nós do amigos positivos estamos felizes pois percebemos que busca seu equilíbrio constantemente, porém uma dica para você: Trate o HIV como um obstáculo superado no qual qual lhe trouxe muito aprendizado. Não torne sempre o HIV uma ferida, pois ferida dói, tente achar sua paz interior e busque sempre melhorar seus pensamentos diariamente. Sucesso na sua vida meu amigo, CONTE CONOSCO!


Conte sua história ou depoimento clicando AQUI ou pelo e-mail faleconosco@amigospositivos.com.br, sua indentidade será preservada e sua história ajudará muitos amigos a sua volta.

Outras Notícias

3 pensamentos sobre “Depoimento: O HIV se tornou uma ferida e ao mesmo tempo uma “cura” diariamente!

  1. R.C

    Bom fiquei sabendo hoje que eu estou contaminado, estou sem chão, me sentindo péssimo, veio todas essas coisas que foi relatado, estou com medo, estou totalmente sem rumo, não sei ao certo como fui contaminado, mas estou preocupado com os riscos, com o preconceito dos outros e que eu mesmo posso vir a ter, nunca me imaginei nessa situação, tenho 25 anos, daqui a alguns meses vou ter 26 e sinceramente não sei o que fazer, queria que alguém falasse para mim que é mentira e que eu não tenho, queria ouvir qualquer coisa que me consolasse, que me confortasse, que tirasse esse mal estar que eu sinto desde o primeiro momento que soube, quero ajuda, queria voltar no tempo.

  2. Luiz

    Força meu querido. Um dia você encontrará o seu grande amor. Você é exemplo e me ajudou no dia de hoje a superar um diagnóstico que recebi essa semana. Meu mundo caiu ontem, mas eu vou ser forte e vou vencer!

  3. LUIS GUSTAVO

    Triste relato,ainda bem q vc está se superando,isso que o outro cara fez é crime,se ele nao pagar aqui,da lei de Deus ele nao escapa.Tbm sou soropositivo,descobri tem 3 meses,peguei do meu namorado,mas foi acidental,nem ele sabia q tinha,agora estamos em tratamento,e continuamos juntos. Te desejo muita saude e felicidade. Vamos vivendo e nos tratando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *